Pessoas mosquito

Sabe aquele zumbido insistente, aquele ressoar agudo, aquele barulho insuportável que incomoda as nossas noites de verão? Pois é, ele não é um privilégio dos insetos. Não são apenas os pernilongos que são capazes de tamanho incômodo. Pessoas também podem nos atazanar tanto ou mais que um aedes albopictus.

A diferença é que, enquanto os problemas das muriçocas a gente resolve com uma travesseirada ou um plug na tomada, as pessoas mosquito simplesmente continuam. Exaustivamente. E elas não tem o senso de quão inconvenientes podem ser. Via telefone, via mensagem, via email, qualquer meio possível de acessar a nossa infinita paciência é cruelmente usado. E não apenas são sanguessugas, como também são experts em nos colocar em sinucas de bico, posicionando-nos em cima do muro, sabendo que de um lado há um poço de jacarés e de outro um ninho de cobras. Se seu corpo está sob o lençol, picam seu rosto. Se você cobre a face, mordem suas mãos. São leves e sorrateiros, prentendendo passar desapercebidos. Pedem falsamente a nossa opinião, já sabendo antecipadamente que jogarão contra nós qualquer que seja a resposta. Sua picada é como uma alfinetada.

Quero dormir tranquila, porém os zumbidos incomodam demais. E não apenas na hora, pois suas melodias ficam ressoando pelo ar indefinidamente. As pessoas mosquitos não conseguem ser felizes, pois estão preocupadas demais com a vida alheia. Não respeitam o que você quer fazer, não aceitam quem você é, e definitivamente não concordam em nada com as suas escolhas. Como se coubesse a elas julgar isso!

Mas, como tudo na vida, é na hora do incômodo dos mosquitos que a gente vê, sem nem uma sombra de dúvida, que tomamos a decisão certa em não morar perto de rio. E em não deixar água parada. E telar toda a casa. A vida nos ensina, às vezes por meios estranhos, que nada vale mais do que a nossa paz de espírito. Os mosquitos podem perturbar, mas a gente sabe que, tirando o barulho deles, e enxergando à luz do dia, nada mais são do que uma sombrinha no canto da parede. Deixa eles lá.

5 comentários em “Pessoas mosquito

  1. Jenny, mto bom…. expressa muito bem o que vc está passando, ou melhor, o que está te perturbando. Estou do seu lado, hoje e sempre!!
    Te amo!!

  2. Jenny, achei tão boa a sua matéria comparando pessoas chatas, sanguesugas, pessoas que nos roubam de nós mesmos, que gostaria da sua permissão para colocar esse texto no meu blog. Os créditos serão todos para você.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s