Sentimentos Sub Humanos

Como a raiva tem a capacidade de potencializar tudo. Sensações são duplicadas, e você se vê arrastado em direção ao mais fundo dos poços. É escuro. Te tiram a alegria de viver, de enxergar o belo. Uma agressão. São palavras ou objetos jogados ao vento, que te acertam com a profundidade de uma adaga. Se enterram na sua pele e carne, causando um estrago que pode até ser cicatrizado, mas nunca curado. Você sente com intensidade multiplicada, e fica mais sensível. Te levam embora a ingenuidade, a pureza com que você enxergava a vida. Despejam palavras mal ditas, te classificam com a visão mais negativista de todas. Julgam saber quem você é, aqueles que na verdade sabem exatamente quem você é. Por saberem tão bem, devem agredir desesperadamente, na intenção de conseguir mudar isso, e tornar, aos olhos deles, essa pessoa tão má que querem que você seja. Não te permitem ser. Plantam dentro do seu coração a semente do medo, da dúvida, da insegurança. Querem que você se sinta tão mal como eles. Que ao menos em pensamento, se rebaixe ao mais profundo do ódio humano. Não aceitam.  São covardes que despejam sua insatisfação na alegria de viver dos outros. Exigem escolhas suas, maltratam tudo de belo que te cerca, e querem te fazer menos. Não sabendo que isso é impossível, torturam a cada oportunidade, deixando resquícios da sua odiosidade, pretendo controlar aquilo que não pode ser domado. Criticam por você saber escolher, se atiram por cima de suas tentativas de ser feliz. Não percebem que não cabe mais à eles sentir nada. O que eles não sabem, é que quando tiram de alguém, também é tirado deles.

Um comentário em “Sentimentos Sub Humanos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s